Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.
Secretaria de Estado da Saúde diz que Sergipe recebeu 56 mil novas doses da vacina contra a Influenza

Segundo a SES, a distribuição das vacins para os municípios sergipanos já começou. Frasco da vacina influenza que age contra a gripe ASAS/Arquivo A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou nesta segunda-feira (30), que iniciou a distribuição de 56 mil doses da vacina contra a gripe Influenza para os municípios sergipanos. Essa terceira cota enviada pelo Ministério da Saúde (MS), que corresponde a 90% do público-alvo desta etapa, que são idosos e trabalhadores da saúde. A campanha de vacinação começou no último dia 23 e vai até 22 de maio, com várias etapas e público-alvo diferenciados. Segundo a SES, a meta da campanha é imunizar pelo menos 576.900 pessoas, que corresponde a 90% do total a ser vacinado, que é de 641 mil, conforme informou a gerente do Programa Estadual de Imunização, Sândala Teles. Idosos e trabalhadores da saúde serão vacinados até 15 de abril e já no dia 16 começa a segunda etapa da campanha, com a imunização de professores, profissionais das forças de segurança e salvação, além de portadores de doenças crônicas. A terceira etapa tem início em nove de maio, exatamente no Dia ‘D’ de Vacinação, é destinada a crianças com idade entre seis meses e menos de seis anos, gestantes, puérperas, adolescentes e jovens entre 12 e 21 anos em cumprimento de medidas sócio-educativas, bem como internos e trabalhadores do sistema prisional, adultos entre 55 e 59 anos e população indígena. De acordo com Sândala Teles, até a última sexta-feira tinham sido vacinadas 145 mil pessoas do público-alvo desta etapa. “Nossa expectativa é que o Estado de Sergipe alcance a meta de cobertura vacinal e para isso pedimos às famílias que fiquem atentos aos períodos de vacina correspondente aos grupos e levem seus idosos e suas crianças para serem imunizados. Assim estaremos protegendo aqueles de amamos”, disse a gerente.
Mon, 30 Mar 2020 15:35:13 -0000
Prefeitura de Maceió prorroga medidas de emergência para controle do novo coronavírus

Aulas nas escolas públicas e atividades comerciais na orla marítima e na orla lagunar continuam suspensas. Supermercados e farmácias podem funcionar. Prefeitura de Maceió publicou decreto com as medidas no Diário Oficial do Município (DOM) Divulgação A prefeitura de Maceió prorrogou as medidas de emergência adotadas para evitar a disseminação da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Um segundo decreto foi publicado nesta segunda-feira (30), eu um suplemento do Diário Oficial do Município (DOM). Alagoas tem 17 casos de Covid-19 confirmados; a maioria em Maceió Decretos de emergência põem o estado inteiro em isolamento social Para justificar a ampliação das medidas, a prefeitura lembra que "uma das medidas de controle mais eficaz e importante para controle do avanço coronavírus (COVID-19) é o isolamento social da população durante o período excepcional de surto da doença". Algumas medidas, como ponto facultativo e teletrabalho de servidores públicos, foram estendidas até o dia 3 de abril. Mas outras, como suspensão da entrada de novos hóspedes nos meios de hospedagem de Maceió e restrições a velórios e enterros, passam a valer por oito dias contados a partir desta segunda. Veja abaixo os detalhes: O que fica proibido: Atendimento ao público em órgãos municipais: Ficará suspenso o atendimento presencial ao público nos Órgãos da Administração Pública Municipal, a partir da 0 (zero) hora do dia 30 de Março de 2020 até o dia 03 de Abril de 2020, podendo esse prazo ser prorrogado ao final desse período. Eventos públicos: Ficam suspensos, por 8 dias contados a partir do dia 30/03, todos os eventos públicos agendados pelos órgãos ou entidades municipais, devendo tais encontros ser remarcados oportunamente, após oitiva do Gabinete de Crise. Escolas municipais: Ficam paralisadas as atividades educacionais em todas as Escolas da Rede de Ensino Infantil e Fundamental do Município de Maceió, por 8 dias contados a partir do dia 30/03, podendo ser prorrogado ao final desse período. Orla marítima e lagunar: Fica proibida toda e qualquer atividade comercial na orla marítima e lagunar, exceto as destinadas ao abastecimento alimentar da população, a exemplo de Centro Pesqueiro do Jaraguá, balanças de pescado e congêneres. A proibição vale por 8 dias contados a partir do dia 30/03, podendo ser prorrogado ao final desse período. Passeios turísticos: Proibidos os passeios de toda ordem, realizados por pessoas físicas ou jurídicas, em veículos ou embarcações. Também por 8 dias a partir de 30/03. O que pode funcionar, mas há restrições: Serviços públicos essenciais: assistência à saúde (incluídos os serviços médicos e hospitalares); assistência social e atendimento à população em estado de vulnerabilidade; atividades de segurança privada, incluída a vigilância, e de segurança pública, abrangendo vigilância, agentes de trânsito e guardas municipais; atividades de Defesa Civil; transporte de passageiros por táxi ou aplicativo; captação e tratamento de esgoto e lixo; pública; vigilância e certificações sanitárias e fitossanitárias; prevenção, controle e erradicação de pragas dos vegetais e de doença dos animais; inspeção de alimentos, produtos e derivados de origem animal e vegetal; vigilância sanitária; atividades médico-periciais relacionadas com o regime geral de previdência social e assistência social; e atividades médico-periciais relacionadas com a caracterização do impedimento físico, mental, intelectual ou sensorial da pessoa com deficiência. Servidores municipais: ponto facultativo presencial e início de regime de teletrabalho, para os servidores e empregados dos Órgãos e Entidades da Administração Pública Municipal, a partir da 0 (zero) hora do dia 30 de Março de 2020 até o dia 03 de Abril de 2020, podendo esse prazo ser prorrogado ao final desse período. Velórios e sepultamentos: Pelos próximos 8 dias, a partir de 30/03, os velórios e enterros deverão funcionar com as seguintes restrições: Em casos de óbitos decorrentes da pandemia do coronavírus (COVID-19), inclusive casos suspeitos, a duração máxima deve ser de 1 (uma) hora por velório e enterro, com o caixão fechado; limite de 10 (dez) pessoas por velório e enterro; e proibição do procedimento de tanatopraxia. Em caso de óbitos que não sejam decorrentes da pandemia do coronavírus: duração máxima de 3 (três) horas por velório e enterro, limite de 20 (vinte) pessoas por velório e enterro; e evitar tocar na pessoa velada. Supermercados (inclusive os que ficam dentro de shoppings centers). Farmácias (inclusive os que ficam dentro de shoppings centers). Serviços de saúde (inclusive os que ficam dentro de shoppings centers). Initial plugin text
Mon, 30 Mar 2020 15:34:40 -0000
VÍDEOS: EPTV 1 Sul de Minas de segunda-feira, 30 de março

Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Sul de Minas. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Sul de Minas.
Mon, 30 Mar 2020 15:34:06 -0000
Moradores ignoram isolamento social, vão à feira e formam longa fila em banco de Itapajé, no Ceará

O Ceará está sob quarentena desde 20 de março, quando começou a valer o decreto de fechamento do comércio Moradores de Itapajé ignoram decreto de isolamento e formam longa fila em agência bancária. Reprodução Em Itapajé, no interior do Ceará, o decreto de isolamento social determinado pelo governador do estado parece não estar gerando o efeito de deixar em casa os moradores, que circularam pela cidade normalmente nesta segunda-feira (30), frequentaram feiras no centro do município e fizeram uma longa fila na agência da Caixa Econômica. Um morador registrou a movimentação em vídeo. O Ceará está sob quarentena desde 20 de março, quando começou a valer o decreto de fechamento do comércio em todo o estado, anunciado pelo governador Camilo Santana na noite da data anterior, em live nas redes sociais. A decisão valeria inicialmente até este domingo (29), mas foi prorrogada pelo governo até 5 de abril, diante do aumento acelerado de casos do novo coronavírus no Ceará. Moradores formam longa fila em agência bancária de Itapajé, no Ceará, ignorando decreto de isolamento no estado. Reprodução Já são 359 casos confirmados de Covid-19 no estado, doença causada pelo vírus. Cinco mortes foram registradas, segundo dados da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) divulgado neste domingo. Somente em Fortaleza são mais de 338 casos. Outras cidades que registram casos confirmados da doença são: Aquiraz (7), Sobral (5), Quixadá (2), Caucaia (1), Fortim (1), Juazeiro do Norte (1), Maracanaú (1), Maranguape (1), Itaitinga (1). Itapajé não está na lista dos casos confirmados, mas, segundo as autoridades sanitárias, uma das maiores preocupações com a pandemia é o contágio entre pessoas assintomáticas. Justamente por não manifestarem sintomas e, portanto, não saberem que estão com o novo coronavírus, essas pessoas podem aumentar o raio de contaminação, infectando outras pessoas e, dessa forma, acelerar a transmissão do vírus. Por isso, as autoridades, seguindo recomendação da própria Organização Mundial da Saúde (OMS), exigem o isolamento social.
Mon, 30 Mar 2020 15:33:31 -0000
Prefeitura flexibiliza funcionamento do comércio em Bonfim, no Norte de RR
Roraima tem 16 casos confirmados da Covid-19. Desses, três são de moradores do Bonfim. A Prefeitura de Bonfim editou um novo decreto autorizando o retorno gradual de atividades essenciais do comércio e serviços, a partir desta segunda-feira (30) em razão do novo coronavírus. A medida restringe o funcionamento aos modelos de entrega ou retirada de produtos no município que fica ao Norte de Roraima, na fronteira com a Guiana. Roraima tem 16 casos confirmados da Covid-19. Desses, três são de moradores do Bonfim. O decreto 067/2020 abrange atividades essenciais, com fornecimento de produtos e serviços nas modalidades delivery, drive-thru ou retirada do produto no local, evitando contato direto com o consumidor e observando as exigências e recomendações de higiene necessárias ao combate e prevenção do novo coronavírus. Permanecem suspensas todas as atividades que resultem em aglomeração de pessoas, como festas, aniversários, reuniões e shows, em ambientes abertos ou fechados, bem como atividades esportivas e de lazer em campos, praças, quadras, praias, rios e lagos. Com isso, bares, restaurantes, lanchonetes e lojas de conveniências poderão funcionar apenas com os sistemas de entrega ou pague e leve, desde que adotem medidas preventivas para proteção e segurança contra transmissão a seus funcionários e clientes, não permitindo a aglomeração de pessoas em seu interior ou exterior, mantendo a distância mínima entre as pessoas de no mínimo dois metros. Já mercearias, açougues, supermercados e frutarias poderão funcionar das 7h às 19h, desde que observadas todas as medidas de higiene, distanciamento e cuidados recomendados, evitando a propagação da doença. As farmácias, postos de combustíveis e padarias poderão voltar a funcionar normalmente, estando sempre atentos a higienização do ambiente, distanciamento mínimo de 2 metros entre as pessoas, disponibilização de álcool 70%, além de cumprirem outras recomendações das autoridades sanitárias. As atividades comerciais e de serviços de oficinas, borracharias, lavanderias, lojas de material de construção, papelarias e outras do segmento, podem voltar às atividades, desde que cumpram todas as recomendações do decreto, como distanciamento, disponibilidade de máscara aos funcionários e álcool 70% aos funcionários e clientes, além de adoção das demais medidas sanitárias. Permanece o toque de recolher aos moradores às 20h e de até às 22h para os serviços de delivery de bares, restaurantes, lanchonetes e conveniências. A Prefeitura de Bonfim recomenda ainda aos moradores que permaneçam em isolamento social e que saiam de casa apenas em situações de extrema necessidade. O não cumprimento das medidas estabelecidas no decreto implica em infração à legislação municipal, sob pena de aplicação de sanções que podem resultar na cassação da licença de funcionamento dos estabelecimentos. “Vamos conviver com essa situação da pandemia por alguns meses. O decreto busca adaptar-nos a essa nova realidade, garantindo a manutenção dos serviços e empregos”, explica o prefeito de Bonfim Joner Chagas (Republicanos). CASOS POSITIVOS Em Bonfim existem três casos confirmados do novo coronavírus. Todos os pacientes são da mesma família e estão em isolamento domiciliar, com acompanhamento médico. Técnicos da Secretaria Municipal de Saúde seguem na busca ativa por pessoas que tiveram contato com os pacientes infectados e seus familiares.
Mon, 30 Mar 2020 15:33:27 -0000
Homem é preso após furtar loja e ser surpreendido em telhado por GCM de folga
Segundo GCM, com suspeito foi encontrada quantia em dinheiro que pertencia ao estabelecimento de Boituva (SP). Ele também confessou outros produtos furtados estavam no telhado da loja. Um homem de 29 anos foi preso em flagrante por tentativa de furto a uma loja, no Centro de Boituva (SP), na madrugada de domingo (29). Segundo informações da Guarda Civil Municipal (GCM), um guarda que estava de folga viu o suspeito tentando invadir um comércio pelo telhado e solicitou apoio para a atender a ocorrência. Ainda de acordo com a GCM, a equipe abordou o suspeito e com ele foi encontrada uma quantia em dinheiro que pertencia ao estabelecimento. Além disso, o homem confessou que outros produtos furtados estavam no telhado da loja. O suspeito, que é conhecido por praticar outros furtos na cidade, foi levado à delegacia policial da cidade, onde permaneceu à disposição da Justiça. Veja mais notícias no G1 Itapetininga e Região
Mon, 30 Mar 2020 15:33:23 -0000
Hospital de Campanha no Raulino pode começar a receber pacientes a partir de sexta-feira

Lonas já foram levantadas, mas estrutura ainda vai receber nos próximos dias os equipamentos necessários para atender a pacientes diagnosticados com a Covid-19. Hospital de Campanha é montado no Estádio Raulino de Oliveira Divulgação/Prefeitura de Volta Redonda O Hospital de Campanha que está sendo montado dentro do estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, no Sul do Rio de Janeiro, poderá começar a receber pacientes a partir de sexta-feira (3). Serão 114 leitos disponíveis para casos de média complexidade. Nos próximos dias, a estrutura vai receber os equipamentos necessários para atender aos pacientes diagnosticados com a Covid-19. O Hospital de Campanha é uma estrutura de 1 mil m² montada sobre o gramado do estádio. As lonas começaram a ser levantadas na última terça-feira (24). A ideia é uma medida preventiva para tentar aliviar a situação caso haja lotação nos hospitais públicos do município por causa da pandemia do novo coronavírus. “O estádio tem toda a estrutura, como banheiros, sala de exames de imagem, sendo um ambiente arejado para atender esses possíveis pacientes. Esperamos e torcemos para que a gente não precise utilizar esse espaço, mas, caso for necessário, estaremos com a estrutura pronta”, disse o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva. Até a publicação desta reportagem, Volta Redonda tinha uma morte e 33 casos confirmados da doença provocada pelo novo coronavírus — a Secretaria Municipal de Saúde não divulga o número de casos suspeitos. O Hospital de Campanha do Raulino de Oliveira não é uma unidade para atendimento da população. Os pacientes serão encaminhados para os leitos de acordo com a demanda da rede pública de saúde. Durante toda a operação emergencial, o estádio estará fechado para o público em geral e para qualquer tipo de prática esportiva. Hospital de Campanha é montado no Estádio Raulino de Oliveira Divulgação/Prefeitura de Volta Redonda
Mon, 30 Mar 2020 15:33:04 -0000
Vírus: uma grande tecnologia em um pequeno dispositivo

Série “Inimigo Invisível” esclarece sobre os organismos; o que são, como funcionam e o que diferencia o novo coronavírus dos outros vírus existentes. Prepare-se, suas definições de vírus serão atualizadas! A mensagem que recebemos no computador quando ligamos o dispositivo, por incrível que pareça, já nos dá uma relação entre esse perigo invisível da natureza que também ronda a saúde humana. Dadas as devidas proporções, vírus eletrônicos e vírus causadores de infecções são os menores "seres" que existem no Planeta, mas capazes de se incorporar ao organismo, encontrar um ponto seguro e subverter o funcionamento do sistema em benefício próprio. Como plantas e animais, vírus são elementos da nossa biodiversidade e têm origem em transformações da natureza. Daniel Lahr, especialista da Universidade de São Paulo (USP) em evolução de microrganismos, define o que são vírus: "basicamente um pedacinho de material genético encapsulado em uma capa lipoproteica, uma ‘membraninha’ de gordura e proteína”. Não se engane, porém, com o minimalismo. A virologista da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Clarissa Damaso explica que “são simples em termos de constituição, mas extremamente complexos em termos de estratégia”. Vírus são únicos seres sem célula e, portanto, muito se questiona se é correto chamá-los de “vivos” ou não. Mas, afinal, como um vírus ganha vida? É aqui que mora a habilidade estratégica! Isolado no ambiente, o vírus não tem nenhuma atividade. Mas ao entrar em um organismo (pelo trato respiratório ou até pela pele, dependendo do tipo) ele recruta uma célula humana, comanda seus mecanismos e obriga essa estrutura a fazer muitas cópias dele mesmo. Conheça a constituição de um vírus e algumas curiosidades sobre esses organismos Gabriela Brumatti/TG Zika, dengue, febre chikungunya, AIDS, COVID-19, gripe. Todas essas doenças foram causadas por essa linha de produção e, retomando a ligação com a tecnologia... “Assim como nosso progresso tecnológico envolve a miniaturização dos processadores e dispositivos, podemos considerar os vírus como maravilhas tecnológicas da natureza. No material genético dos vírus não há elementos sem função, suas proteínas podem ter mais de uma atividade essencial para seu objetivo único: multiplicar-se”, define Renato Mancini Astray, pesquisador científico do Instituto Butantan. Mas não pense que os vírus só acertam. Nesse processo de produção de cópias, às vezes o material genético se modifica de forma “errada”. Os vírus, porém, conseguem evoluir rapidamente e se adaptam às novas condições, dando origem a descendentes melhorados geneticamente. Em qual velocidade esses “filhotes” vêm ao mundo? “Em média as pessoas tem filho entre 20 e 30 anos, enquanto isso, em algumas horas, um vírus já passou por uma centena de gerações. No caso do Sars-CoV-2, um único vírus é capaz de produzir 100 mil descendentes", Lahr responde. Na história da humanidade os vírus foram responsáveis por dificuldades no estabelecimento de cidades, rotas comerciais e de todos os processos que nos levaram às aglomerações urbanas O grande “processamento de dados” em organismos tão microscópicos é uma das características que favorece com que todos os seres vivos possam ser infectados por vírus, até bactérias! “Os sintomas e os sinais começam a se manifestar a partir do momento em que o vírus vai produzindo um efeito no corpo da pessoa com a replicação. Eles se apresentam em dois períodos: primeiro, os sintomas comuns às viroses (febre, mal estar, dor no corpo) e depois os específicos de cada doença”, explica a virologista Clarissa Damaso. Em azul, núcleos de células tumorais e, em vermelho, o vírus zika infectando Imagens cedidas/Carolini Kaid A primeira pandemia da era das redes sociais O que diferencia a COVID-19 de outras doenças causadas por vírus? Além da acelerada velocidade de transmissão, o reduzido prazo entre a infecção e o início dos sintomas e o alto número de casos em um curto espaço de tempo, esta é a primeira pandemia em tempos de redes sociais. A relação entre o acesso à tecnologia e o coronavírus foi um destaque feito pelo farmacologista Gustavo Menezes, especialista da Sociedade Brasileira de Imunologia (SBI Imuno). “As pessoas têm mais acesso às informações, mas estas também atrapalham. O espalhamento viral não é só do SARS-CoV-2, mas de informações perigosas”, explica. Se imunizar com conhecimentos sobre os vírus também é uma maneira de combatê-los!
Mon, 30 Mar 2020 15:32:54 -0000
Coronavírus: cursinho pré-Enem da UFMG tem atividades online durante isolamento social

Face Educa é um projeto de extensão da Faculdade de Ciências Econômicas. Faculdade de Ciências ECampus Pampulha da UFMG Foca Lisboa/UFMG/Divulgação O cursinho pré-Enem da Faculdade de Ciências Econômicas (Face), da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), vai oferecer atividades online durante o período de isolamento social. A partir desta segunda-feira (30), serão disponibilizadas videoaulas e aulas ao vivo no canal do YouTube do Face Educa, que é um projeto de extensão da universidade. De acordo com a UFMG, 50 alunos estavam matriculados no cursinho popular. Estes estudantes serão acompanhados por monitorias online, através de aplicativos de mensagens ou e-mail. Todas as atividades são gratuitas. Mais informações estão no site da Face.
Mon, 30 Mar 2020 15:32:38 -0000
Após redução da frota de ônibus em SP, Covas diz que analisa superlotação e poderá aumentar efetivo

Medida entrou em vigor nesta segunda (30) e usuários reclamaram de veículos lotados. De acordo com prefeito, poderão ser colocados até 100 veículos nas ruas na terça (31). Ônibus enfileirados no Centro de SP Celso Tavares/G1 O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), disse, em coletiva de imprensa na manhã desta segunda-feira (30), que gestão municipal analisa a superlotação do efetivo de ônibus nas ruas após redução da frota, e que poderá aumentar o número de veículos nesta terça-feira (31). "Hoje a SPTrans está na rua para poder acompanhar essa redução e nós já temos mais 100 ônibus, para, se for o caso, somar já a partir de amanhã. Nessas linhas que tenham qualquer tipo de superlotação. Mais de 100 ônibus estão disponíveis para amanhã, havendo necessidade na quarta ou na quinta outros poderão ser somados. A ideia é adaptar essa demanda com a oferta", disse Covas. A SPTrans informou a redução de 40% a frota de ônibus em circulação na cidade de São Paulo a partir desta segunda-feira (30). A medida entrou em vigor após registro de queda de passageiros por conta do decreto de quarentena. Até sexta-feira (27), o transporte na capital operava com 55% dos veículos. A frota da cidade é de aproximadamente 15 mil coletivos. De acordo com a empresa, a redução é necessária, pois o número de passageiros que utiliza essa modalidade de transporte diminuiu bastante desde que foram aplicadas medidas de isolamento social para evitar a propagação do novo coronavírus. Outras medidas Desde o início do combate ao coronavírus, a Prefeitura de São Paulo anunciou algumas medidas para o transporte por ônibus na capital. Primeiro, a administração pública solicitou que os idosos evitem o transporte público, fez um acordo com as empresas de ônibus responsáveis pelas frotas para a higienização dos veículos ao fim de cada viagem, e passou a emitir avisos sonoros e a pendurar cartazes nos terminais com orientações. Depois das campanhas e da suspensão das aulas nas escolas públicas, São Paulo assistiu a queda gradual do número de passageiros, que soma aproximadamente 10 milhões. Paralelamente, a SPTrans suspendeu as cotas de gratuidade e de meia tarifa, também como parte das ações de combate a propagação do coronavírus. Dicas de prevenção contra o coronavírus Arte/G1 Initial plugin text
Mon, 30 Mar 2020 15:31:22 -0000

This page was created in: 0.04 seconds

Copyright 2020 Oscar WiFi

This website or its third-party tools use cookies, which are necessary to its functioning and required to achieve the purposes illustrated in the cookie policy. By closing this banner, scrolling this page, clicking a link or continuing to browse otherwise, you agree to the use of cookies. If you want to know more or withdraw your consent to all or some of the cookies, please refer our Cookie Policy More info